Procissão das almas


Reza a lenda que uma senhora, por se sentir sozinha, ficava o tempo todo olhando a rua pela janela de sua casa.

Uma certa noite, a velhinha foi olhar para a janela novamente e avistou uma grande fila de pessoas trajando roupas largas brancas segurando velas.

Por se tratar de uma cidade pequena, ela conseguiria identificar alguém, mas isso não aconteceu, ninguém parecia familiar para ela.

Ao que tudo parecia, aquilo era uma procissão, mas ela frequentava a igreja e estranhou, pois sabia que não haveria procissão naquele dia, e sempre que havia, a igreja tocava sinos no início, e isso não ocorreu, estava tudo muito silencioso.

A senhora continuou acompanhando a procissão, até que uma mulher que estava participando se aproximou e a entregou uma vela dizendo:

“Vou deixar esta vela com você, guarde para mim, pois amanhã retornarei para buscá-lá”

E voltou para a enorme fila de pessoas com vestes brancas.

Com a procissão chegando ao fim, a velhinha apagou e guardou a vela, indo dormir após ter feito isso.

No dia seguinte, a senhora foi até o local onde guardou a vela para ver se ainda estava lá, e ao invés de encontrar a vela, ela encontrou um osso de uma pessoa adulta e de uma criança.

Dizem, que se você ver uma procissão de almas e um espírito te entregar uma vela, na próxima procissão você deve levar duas crianças em seus braços ainda sendo amamentadas com leite materno e entregá-las a alma que te deu a vela, caso contrário, a alma te levará com ela.

Se você tiver sorte, a alma poupará sua vida e a das crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *