Espírito deformado

Há alguns anos minha bisavó perdeu sua filha mais velha. Com 42 anos, Maria Olivia morreu devido a metástases provocadas por um câncer de mama, que se espalhou por todo o corpo, e finalmente atingiu seu cérebro, matando-a pouco tempo depois.

Em seus últimos momentos, Maria Olivia estava completamente deformada. Com seu rosto completamente enfaixado devido as diversas cirurgias de tentativa de remoção do tumor, implorando por morfina, ela morreu nos braços de sua mãe.

Minha bisavó, aos 70 anos, alguns meses após a morte de sua filha, começou a sentir algo estranho em sua casa, como se algo fosse aparecer repentinamente. Algumas vezes ouvia a voz de sua falecida filha a chamar no quintal de casa, e  tentava lutar contra a incessante vontade de atender ao chamado daquela voz, pois sabia que aquilo não era possível, já que sua filha estava morta.

Após sofrer por vários dias com isso, ouvindo quase que diariamente sua filha chamar e sentindo como se algo fosse surgir em sua frente repentinamente, ela começou a entrar em depressão.

Uma vizinha, que não sabia o que estava acontecendo, foi até a casa da minha bisavó para conversar sobre um sonho que ela teve. A vizinha descreveu o sonho assim:

“Eu sonhei que sua filha estava te chamando do quintal da sua casa. Se isso acontecer, você não deve ir até ela de jeito nenhum, não é sua filha que está te chamando, é um demônio, e assim que você for até o local onde ela está te chamando, ela aparecerá para você, mas aparecerá completamente deformada, e assim que você vê-la, você morrerá por ver sua filha assim”.

As duas começaram a chorar, e minha bisavó explicou que realmente estava ouvindo os chamados, então elas fizeram uma oração para que isso acabasse. depois desse dia nunca mais minha bisavó ouviu sua filha chamar e nem sentiu como se algo fosse surgir do nada em sua frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *