Lenda: A noiva na mata

Esta é uma lenda urbana brasileira que conta a história de um casal de namorados que mantinha seu relacionamento sem o consentimento das respectivas famílias.

Após um bom tempo de namoro, este casal decidiu que iriam se casar com ou sem a permissão de seus familiares.

Decididos e empenhados em juntarem suas vidas, eles iniciaram os preparativos do casamento em uma cidade próxima da cidade à que eles habitavam.

Eles moravam em uma cidade chamada Palestina e foram até São José do Rio Preto para realizarem a cerimônia. Ambas cidades do estado de São Paulo.

Após tudo preparado, convidados devidamente avisados e até a família comunicada, o grande dia chegou.

No dia do casamento, a família da noiva conseguiu convencê-la a se preparar na cidade de origem, Palestina. Como São José do Rio Preto estava a aproximadamente 50 km da igreja em que se casariam, a noiva aceitou.

Duas horas antes do início da cerimônia a noiva e a família partiram em direção à igreja em um carro alugado.

Ao pegarem a estrada, misteriosamente o carro para. O motorista desce para ver o que tinha acontecido e a noiva o acompanha, pois estava muito nervosa e ansiosa, afinal de contas, seu casamento ocorreria em instantes.

Por uma infelicidade do destino, um motorista vindo na direção contrária perde o controle ao tentar desviar de um animal na pista e acaba atingindo a noiva, que acaba morrendo no local.

Naquela época não era comum terem celular, entretanto, através de um telefone de emergência existente nas estradas, conseguem chamar a ambulância, que apenas confirma o óbito da moça.

Seu noivo, que já estava há um bom tempo a esperando no altar, só é avisado 3 horas mais tarde.

Até hoje há relatos de pessoas que enxergam uma mulher vestida de noiva próxima à mata da estrada entre Palestina e São José do Rio Preto. Dizem que é uma mulher jovem, com um aspecto bem triste, vestindo um véu e um vestido branco segurando uma flor

Sempre que alguém tenta parar para ajudar, a mulher some entre as árvores da mata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *